Como chegar?

Rua Conselheiro Mafra, 255, Centro – Florianópolis/SC CEP 88010-101

Uma Babel com hora para abrir e (nem tanto) para fechar. Eis o Mercado Público de Florianópolis, com suas lojas de calçados, aviamentos, panelas e louças, vestuário, papelaria, decoração, artesanato, hortifrutigranjeiros, cereais, bugigangas para todos os usos e serventias, bancas de peixes, camarões, lulas, polvos, ostras e o que mais o mar tem a oferecer.

Mas o destaque são os botecos com os petiscos e as bebidas que fazem do lugar o melhor happy hour da cidade. As boas pedidas são as porções de bolinho de bacalhau, ostras in natura e pastéis de camarão.

O prédio é formado por duas alas, construídas uma após a outra entre 1899 e 1915, separadas por um vão central onde, aos sábados, rolam as famosas rodas de samba (em 1961, João Gilberto “esqueceu” de um concerto num clube chique local para ficar tocando violão com a rapaziada).

O vão também é o local de concentração do Berbigão do Boca, bloco que abre (extra)oficialmente o Carnaval da Ilha. E, todos os dias, principalmente no final de tarde, os manezinhos e os visitantes que sabem apreciar os segredos da Ilha batem ponto nos bares mais disputados do Mercado, como o do Alvim, do Goiano e o Box 32.

Curiosidade

Uma disputa pelo local onde seria construído o primeiro Mercado Público de Florianópolis, em 1838, deu origem aos primeiros partidos políticos de Santa Catarina. Os comerciantes que preferiam ter o Mercado perto de suas lojas nas imediações do largo da Matriz se uniram em torno do Partido Conservador. Já os que pretendiam levar as barracas para fora do perímetro urbano, perto da Ponte do Vinagre (hoje Avenida Hercílio Luz), e que pertenciam à maçonaria, formaram o Partido Liberal.




Galeria de Imagens


Serviços e Infraestrutura


Acessibilidade