Catedral Metropolitana

Como chegar?

Rua Padre Miguelinho, 55, Centro – Florianópolis/SC CEP 88010-550

A Catedral Metropolitana de Florianópolis foi concluída em 1773, 20 anos depois de iniciada sua construção pelo brigadeiro José da Silva Paes. Primeiro governador da capitania de Santa Catarina, Paes era também engenheiro militar e projetou as fortalezas que compunham o sistema de defesa da Ilha.

A Catedral foi erguida no mesmo lugar da pequena igreja de Nossa Senhora do Desterro, construída pelo fundador do povoado, o bandeirante Francisco Dias Velho, assassinado dentro da capela por piratas ingleses em 1687.

Desde 2005, o edifício histórico passa por uma ampla reforma cuja intenção é restituir-lhe o aspecto original. Afrescos antes cobertos por várias camadas de tinta foram revelados, assim como ossos humanos enterrados sob a sacristia (registros históricos indicam tratar-se de restos mortais de dois ex-governadores).

Apesar das obras de restauração, a Catedral está aberta à visitação. O Espaço Museal contém peças raras de arte sacra, originárias de Portugal e da Áustria. Dois dos seus sete sinos foram doados por Dom Pedro II.

Curiosidade

Toda catedral tem uma cátedra, a cadeira usada pelo arcebispo. A de Florianópolis foi doada pelo primeiro bispo de Montevidéu, Dom Jacinto Vera, que nasceu em um navio ancorado em terras catarinenses, em 1813, e foi batizado na catedral da antiga Desterro. Ao morrer, em 1881, deixou expresso o desejo de doar sua cadeira à igreja onde foi batizado.




Galeria de Imagens


Serviços e Infraestrutura


Acessibilidade