Forte Santana

Como chegar?

Avenida Beira-mar Norte, 525, Centro – Florianópolis/SC CEP 88015-710

O Forte de Santana foi construído no estreito entre as baías Norte e Sul, em 1761. Integrava o conjunto de defesa da Vila de Nossa Senhora do Desterro, completado em 1793, com a construção do Forte de São João na margem oposta, no Continente.

Durante a Revolta da Armada e a Revolução Federalista, entre 1893 e 1894, o forte chegou a trocar tiros com a esquadra rebelde que tomou a capital, sendo bombardeado pelo cruzador República. Os estragos foram consideráveis.

Depois de 1907, serviu como estação meteorológica e, mais tarde, foi abandonado e utilizado como residência por pessoas de baixa renda, até ser tombado e restaurado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e repassado à Polícia Militar de Santa Catarina.

Desde 1975, abriga o Museu de Armas da PM Major Lara Ribas, que exibe armas históricas, peças centenárias recolhidas pelo major entre 1938 e 1945, réplicas de fardamentos, fotografias e insígnias, entre outros objetos. A visitação ao forte e ao museu é gratuita, mas é necessário agendamento com antecedência para visitas guiadas.

Curiosidade

Um relato até hoje não confirmado dá conta de que o alferes Joaquim José da Silva Xavier, posteriormente conhecido como Tiradentes, o mártir da Inconfidência, teria servido no Forte de Santana no período entre 1777 e 1779. Foi como oficial mandado pela corte portuguesa para o reforço do contingente de defesa da Ilha de Santa Catarina contra novas invasões espanholas.




Galeria de Imagens


Serviços e Infraestrutura


Acessibilidade