Projeto Tamar

Como chegar?

Rua Professor Ademir Francisco, 140, Barra da Lagoa – Florianópolis/SC CEP 88061-160.

O Projeto Tamar, criado em 1980, trabalha com pesquisa, conservação e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no litoral brasileiro, todas ameaçadas de extinção. A unidade da Barra da Lagoa, em Floripa, é uma das 23 bases que o projeto têm. Foi criada em 2005 para minimizar os efeitos da pesca predatória sobre as tartarugas marinhas que passam pela região. 

O Centro de Visitantes atrai principalmente as crianças. Os pais de bebês podem ficar tranquilos que tem fraldário à disposição. Logo na entrada, é exibido um vídeo de 30 minutos sobre as tartarugas marinhas e o Projeto Tamar. Depois, é realizada a visita orientada pelas piscinas onde ficam algumas tartarugas que já não podem mais voltar para o mar. No Museu da Tartaruga, são encontrados esqueletos, fotos e explicações sobre os hábitos dos animais.

Não há uma lanchonete, mas bebidas (sem álcool) são comercializadas, e há um espaço coberto para o lanche dos grupos escolares. Um palco em forma de casco de tartaruga recebe shows itinerantes. Já passaram por lá Lenine, Dazaranha, Stanley Jordan, entre outros.

Telefone: (48) 3236-2015

Período de visitação: Alta temporada, todos os dias, das 9h às 19h. Baixa temporada, todos os dias, das 9h30min às 17h30min.

Preço: R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia) para estudantes, crianças até 12 anos e idosos acima de 60. Crianças até 1,20m de altura não pagam. Classificação: Livre

* Valores sujeitos a alterações, consulte o estabelecimento.


Curiosidade

O Projeto Tamar recolhe e cuida das tartarugas marinhas que aparecem machucadas ou doentes na praia. A equipe de biólogos trata dos animais e, quando estão recuperados, são devolvidos ao mar. O ato da soltura é muito emocionante de se ver: os passos vagarosos da tartaruga sobre a areia em direção às ondas nos dão esperança na continuidade da vida marinha. Para acompanhar esse momento, que ocorre praticamente todas as semanas, basta ligar antes da visita para saber quando será a próxima soltura. Vale a pena tirar muitas fotos!




Galeria de Imagens


Serviços e Infraestrutura


Acessibilidade