Ilha do Campeche

Como chegar?

Sul da Ilha, em frente à Praia do Campeche, acesso por embarcações a partir dessa praia (10min), da Armação (45min), ou da Barra da Lagoa (1h15min).

A Ilha tem 1,5 mil metros de extensão norte-sul e 500 metros leste-oeste. Ao desembarcar na estreita Praia da Enseada, seja por um trapiche flutuante ou diretamente no mar raso, a cor azul das águas calmas salta aos olhos e combina com o verde exuberante dos morros. 

Desde 2000, a Ilha é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) por sua importância arqueológica e paisagística.

Foram catalogados 21 sítios arqueológicos, nove oficinas líticas e um sambaqui. Por meio de trilhas, permitidas somente com monitores, o visitante conhece a Pedra Fincada, o Letreiro, a Caverna dos Morcegos, e as Pedras Pretas do Norte e do Sul.

Não deixe de observar toda a diversidade da fauna marinha: basta alugar um snorkel no posto de informações turísticas. É um dos melhores points de mergulho do país. Atenção: o número de visitantes é limitado, então faça sua reserva com antecedência e chegue cedo. Os serviços regulares de transporte e os dois restaurantes locais só funcionam no verão.

Curiosidade

A Ilha do Campeche é gerida pela Associação Couto de Magalhães desde 1940. No início, era uma associação de pesca amadora. Para evitar a proliferação de escorpiões, foram introduzidas espécies exóticas de animais, como o quati. Esse simpático bichinho faz a alegria dos turistas, mas é sinal de desequilíbrio ecológico, porque a Ilha não oferece predadores naturais. Hoje, a associação preza pela manutenção e preservação. O pessoal mais antigo gosta de contar lendas e “causos” da Ilha. 




Galeria de Imagens


Serviços e Infraestrutura


Acessibilidade