Pantano do sul

Como chegar?

R. Joaquim Neves, Florianópolis, Santa Catarina 88067120.

Praia de grande enseada e larga extensão – aproximadamente 2km –, o Pântano do Sul há séculos é ponto de partida de barcos de pesca, do tipo baleeiras, o que faz da região uma das mais tradicionais colônias de pescadores de Santa Catarina. 

Desde os anos 1970, o turismo passou a ser atividade frequente na região, o que estimulou a abertura de restaurantes especializados em frutos do mar, trazidos frescos à mesa dos visitantes. A areia é firme e acinzentada, onde os carros costumam estacionar. Há barraquinhas de artesanato e souvenires durante o ano todo. 

O mar de águas geladas é bom para o banho, pois as ondas alcançam a praia vagarosamente. Andando na direção oeste, depois dos restaurantes da orla, há trechos preservados de dunas. E na direção oposta, o costão serve para a pesca e é ponto de partida para a trilha em direção à Lagoinha do Leste (saiba mais em Passeios - Trilhas).

Uma atividade interessante de ser obervada é o lanço das tainhas, realizada nos meses de inverno, que junta toneladas do peixe na praia em dias de fartura. 

Curiosidade

O nome da praia pode soar estranho ao visitante, uma vez que a beleza do lugar em nada se assemelha a um pântano. Mas pesquisadores identificaram que, no século 18, toda a faixa oeste da praia era pantanosa, com uma diversidade de pequenos rios que desciam dos morros da região. Esse pantanal foi utilizado, durante muito tempo, para o cultivo de arroz irrigado. O ciclo da caça às baleias deu impulso ao desenvolvimento da região. 




Galeria de Imagens


Serviços e Infraestrutura


Acessibilidade