Pesca Artesanal da Tainha

O espetáculo acontece entre os meses de maio e julho. Para incentivar os trabalhos dos pescadores, que utilizam canoas típicas, um decreto municipal proíbe a prática de esportes como vela e surf nas praias da região. Mergulhar, porém, é permitido! Basta que banhistas e embarcações respeitem a distância mínima da arrebentação e dos costões.

Hoje a pesca artesanal da tainha, ainda que com considerável diminuição, é vista no litoral catarinense, principalmente na capital, com destaque para a praia da Barra da Lagoa onde junto com a atividade existe a preservação da identidade cultural que esta carrega.

Fonte: http://www.sbpcnet.org.br/livro/61ra/resumos/resumos/5899.htm